Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2015

O formato midiatizado da globalização

Imagem
É possível afirmar que a mídia não só detém a função de mecanismo desencadeador da legitimação ideológica da globalização capitalista, mas também enfeixa possibilidades de transformações inesperadas.                 Uma vez que os dispositivos de comunicação são utilizados para unificar simbolicamente o formato midiático das práticas discursivas, na busca por transformar o singular em homogeneidade.  Ou seja, requalificar a vida social do planeta e realizar a junção em torno de crenças, valores, estilos de vida e padrões de consumo quase sempre aliados com a razão competitiva dos mercados globalizados. Os meios de comunicação (somado os tradicionais como jornais, rádio, televisão, até as redes cibernéticas) produzem uma linguagem própria  pela qual se difundem as significações indispensáveis   à aceitação generalizada da ideologia do global.                 Apesar dessa tentativa de homogeneização, convém lembrar que existe um solo fértil para à virtualização de conhecim…

Por uma outra comunicação - apresentação

Imagem
Apresentação - Págs 9, 10, 11

O livro é um esforço coletivo de analisar o raio de alcance das reconfigurações dos meios e modos de produção, difusão, recepção e intercâmbio de dados, idéias, sons e imagens, numa época de aceleração tecnológica, de convergência digital e de mercantilização generalizada de bens materiais e imateriais. Tese - A mídia desempenha função estratégica primordial enquanto máquina produtiva que legitima ideologicamente a globalização capitalista.(Argumento1) Por deter a capacidade de interconectar o planeta em tempo real, os dispositivos de comunicação concatenam, simbolicamente, as partes das totalidades, procurando unificá-la em torno de crenças, valores, estilos de vida e padrões de consumo quase sempre alinhados com a razão competitiva dos mercados globalizados. (Conclusão do Argumento1) E assim atuam apresentado-se como espaços abertos à reverberação da vontade geral - na verdade, um hábil artifício retórico para dissimular vínculos orgânicos com a lógica d…

Funcionalismo

Imagem
Págs. 55
Principais autores do funcionalismo: Harold Lasswell e Paul Lazarsfeld.Conceito norteador da teoria: função - refere-se à contribuição dada por uma determinada forma de atividade repetitiva em termos de conservar a estabilidade ou equilíbrio da sociedade.Assim, analisa os processos sociais como sistemas que trabalham para manter o funcionamento da sociedade.Segundo a teoria, a comunicação social é um elemento fundamental ao sistema, pois a função de cada uma das partes de um sistema é manter o todo, para que isto aconteça é necessário que as partes troquem informações, se relacionem em vários níveis, de forma a aumentar a cooperação. Págs. 56
As mídias encaixam-se como elementos essenciais das democracias modernas para a regulamentação social, uma vez que, nas sociedades democráticas, as escolhas racionais dependem do acesso à informação e do permanente esclarecimento do público.Págs. 57
Para os pesquisadores funcionalistas: a questão é as funções da comunicação na sociedade. A …

A Abordagem Sistêmica

Imagem
Págs. 54


A ambição do sistemismo é pensar a globalidade, as interações entre os elementos mais do que as causalidades, apreender a complexidade dos sistemas como conjuntos dinâmicos de relações múltiplas e cambiantes. (Mattelart; Mattelart, história das teorias da comunicação, São Paulo, Loyola, 1999, P. 62)

A teoria do "Two step Flow"

Imagem
Págs. 53

Segundo a teoria, a comunicação não produz efeitos comportamentais ou mudanças diretas de atitude nos receptores, uma vez que a influência dos meios de comunicação passa por um funil ou filtro, representado pelos lideres de grupos (lideres de opinião).

Teorias das Influências Seletivas

Imagem
Págs. 48
Entre estas teorias estão: 
Teoria das Diferenças Individual - Estudos desenvolvidos na psicologia (motivação). Aponta que os indivíduos possuem constituição psicológica e estrutura cognitivas diferentes, assim busca entender como essas diferenças se distribuem pela população.Teoria das Diferenças Sociais - Os indivíduos podem ser classificados ou distribuídos em categorias sociais, desde que compartilhem características semelhantes (religião, etnia, profissão, nível de renda, classe social, etc.)Teoria da Aprendizagem Social ou Teoria dos Relacionamentos Sociais - Esta teoria faz uma análise dos efeitos da comunicação de massa a partir de variáveis independentes, tais como a extensão (tamanho) do material veiculado pelos meios de comunicação de massa e o número de vezes que é repetido. Estudos sobre de memória e a "curva do esquecimento" - analisava o período de tempo em que um individuo era capaz de memorizar uma mensagem em função do número de vezes que essa mensag…

Antropológica do espelho: uma teoria da comunicação linear e em rede/ Muniz Socré – Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

Imagem
Págs. 9 - Apresentação
Espelho é metáfora para: mídia linear ou tradicional; teletecnologias; comunicação em rede (hipermídia.Pressuposto: Há um novo ordenamento artificial do mundoSe há, então quais suas resultantes em termos de poder, identidade, mentalidade e conduta.Divisão do livro: ethos midiatizado; hexis educativa; communitas, ethike; communication e episteme.

Págs 11 - O ethos midiatizado
Mídia – bios virtual – “terceira natureza” – nova qualificação da vida; criação de uma eticidade (costume, conduta, cognição, sensoriarismo).A virada para o século XXI significou: a passagem da comunicação centralizada vertical e unidirecional para as possibilidades trazidas pelo avanço técnico das telecomunicações,  relativas à interatividade e  multimidialismo.Globalização  = “teledistribuição” mundial de pessoa e coisas. Mais investimento em engenharia microeletrônica (nanotecnologia), computação, biotecnologia e física.Informação é produto (filmes, noticiais, sons, imagens, etc.)“sociedade …

Pesquisa em comunicação de massa

Imagem
Págs. 43 pressuposto: Os veículos  de comunicação poderiam ser usados para controlar e dirigir as massasAs pesquisas surgiram a partir de uma necessidade prática, principalmente de ordem política e econômica.Primeiro teórico: Harold Lasswell - buscou analisar o impacto da propaganda no tempo de guerra e o papel da mídia na sociedade. Define comunicação a partir da amplitude do canal e pelo fato de atingir um público anônimo, heterogêneo e fisicamente disperso.Objetivo: entender os efeitos dos meios de comunicação na sociedade de massa por meio de pesquisas quantitativas.Áreas de estudos: 1) o estudo dos efeitos provocados pelos meios de comunicação de massa na sociedade; 2) o estudo dos efeitos da propaganda política; 3) o estudo da utilização comercial publicitária dos meios de comunicação. (ou seja, a persuasão; o controle social; o uso e gratificações nos processos de consumo dos meios de comunicação)Págs. 44  Lasswell - Cada elemento do público é pessoal e diretamente atingido pela …

Escola Americana Positivista

Imagem
Págs. 41

Quatro nomes podem ser considerados "pais" ou fundadores das principais correntes de influência em pesquisa de comunicação: Paul Lazarsfeld, Kurt Lewin, Harold Lasswell e Carl Hovland.Págs. 42 O percurso histórico da chamada Escola Americana foi dividido em três fases: 1) pesquisa  em comunicação de massa ( mass communication research) - centrada em pesquisas comerciais, buscando solucionar problemas práticos para os produtores dos veículos de comunicação e na análise de temas políticos e sociais da comunicação pública; 2) corrente funcionalista: preocupação mais ampla da comunicação dentro do processo social na qual está inserida; 3) estudo dos efeitos em longo prazo: preocupa-se com as consequências das práticas profissionais no conteúdo da informação  e com a influência dos meios de comunicação em longo prazo. O que eu entendi: Duas páginas de introdução

Paradigma Funcionalista Pragmático - Escola de Chicago

Imagem
O livro se divide em sete paradigmas. O primeiro é o Funcionalista Pragmático, cuja base é o positivismo (Doutrina que procurava em suas investigações constatar os fatos, criar leis cientificas para explicar os mecanismos da sociedade e desenvolver formas para combater os movimentos que tentassem desestabilizar a ordem, seu fundador foi o filósofo Augusto Conte 1789-1857) (págs. 37)O funcionalismo pragmático valoriza as pesquisas administrativas e empiristas, sobre a influencia dos Estados Unidos (Harold Lasswell; Paul Lazrsfeld; Joseph Klapper)Traça um paralelo entre corpo social e corpo humano, ou seja, no corpo humano cada órgão tem uma função, assim é o corpo social. Tenta entender a sociedade a partir de suas trocas ou relações sociais. (págs. 37)Escola de Chicago (1910 a 1940): se sustenta em: Interacionismo simbólico;  métodos qualitativos; pesquisa de campo; microssociologia; metodologia etnográfica.Foi a primeira a desenvolver reflexão teórica sobre comunicação e sua interfer…

Como estudar teoria da comunicação?

Imagem
Ando com muita dificuldade em estudar e fazer ginástica, por isso, resolvi me comprometer a todos os dias postar minhas leituras de: "para entender as Teorias da Comunicação", que é um dos livros obrigatórios para concorrer ao mestrado em Comunicação pela Universidade Federal de Goiás. Outro compromisso é realizar 25 minutos de ginástica todos os dias. Começando de hoje, sábado, 4 de julho, de 2015.
Livro:  Apresentação Págs. 7 a 36  e da 9 até 22
Parece estranho, mas é verdade a sequência numérica das páginas é confusa. As autoras iniciam afirmando que a obra pretende ser  um breve panorama simplificado, de caráter introdutório e com verbetes explicativos das principais correntes e tendências do campo das chamadas Teorias da Comunicação. Desenvolve a ideia de que a definição de comunicação é complexa, pois possui um caráter  multidisciplinar; Págs. 7 a 8Concede duas definição para estudos sobre comunicação - 1) estudo sistemático de todos os meios, formas de informação ou comun…

Hoje, escolhi ficar quieta!

Imagem
Hoje, escolhi ficar quieta! Não disse palavra. Não vi televisão. Não escutei música. Não fui trabalhar.

Hoje, decidi ficar bem quietinha, num dia normal de quarta-feira, mesmo sabendo que lá fora o mundo se agita, fazendo alguma coisa Eu não fiz nada

Meu corpo ficou quieto. Minha cabeça não teve pensamento. Hoje escolhi ficar quieta, bem quietinha...
Escutando...

Escutando...