Mudança


Censura que intervém,
no vaivém do ser que fulgura!
Somos reféns da cobiça.
Assim, pacata, tenho medo!
Perturbações,
Suspiros,
Preciso reorganizar meu infinito.
Ilustrar vestígios de conceitos.
E tomar a decisão de não sentir dor.
Desnacionalizada sem culpa.
Apenas, território da ação.
Ação...
Paixão...
Bagatela de ilusão...

Postagens mais visitadas deste blog

#todoscontraPEC241

POESIA: Minha mãe

Avaliação: O acontecimento da Greve Geral