Ferramenta “ALÔ TRABALHO” moderniza os serviços da SRTE/GO

           A Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Goiás (SRTE/GO) conta com mais uma ferramenta de ligação entre o cidadão e a instituição. Trata-se da Central de Atendimento do MTE, Alô Trabalho, que tem como objetivo expandir a capacidade de atendimento do órgão funcionando como um moderno canal de comunicação eletrônico e humano, direto, entre o MTE e o cidadão, em âmbito nacional.
            Segundo Arquivaldo Bites, Superintendente Regional do Trabalho e Emprego em Goiás,  a Central irá modernizar os serviços da SRTE/GO e facilitar a vida dos trabalhadores e empregadores. “Garantia de mais comodidade e economia na busca de informações sobre os serviços prestados”, ressaltou.
            Agora, os trabalhadores e empregadores podem de qualquer lugar do país, obter informações sobre Seguro-Desemprego, Abono Salarial, Carteira de Trabalho, legislações trabalhistas e etc., sem os custos de locomoção até uma unidade da rede de atendimento.
            A Central Alô Trabalho será acessada pelo número 158 e a chamada poderá ser feita, de forma gratuita, de qualquer telefone fixo público ou privado. Há também a possibilidade de acesso via telefonia móvel. Nesse caso, no entanto, os custos são por conta do usuário.
            O atendimento eletrônico será feito por meio de informações pré-gravadas onde o usuário, utilizando-se de menus (árvore de voz), escolherá a opção desejada. Esse atendimento funcionará 24 horas por dia, sete dias por semana. Caso o usuário não encontre sua informação no atendimento eletrônico, terá a opção de falar com um atendente. O atendimento humano funcionará de segunda a sexta-feira no horário entre 7h e 19h.
            A Central prestará informações sobre os serviços e programas do MTE, como por exemplo: legislação trabalhista, declaração Caged, RAIS, Seguro-desemprego, Abono Salarial, Carteira de Trabalho e etc. A expectativa é que sejam atendidos em Goiás, em média, 700 usuários/dia no atendimento telefônico/humano, totalizando uma média de 8.400 usuários/mês.

            Com a ferramenta o usuário terá mais conforto quando da solicitação e agilidade na obtenção da informação e ainda economizará tempo e dinheiro uma vez que não terá que enfrentar deslocamentos desnecessários nem filas ao buscar dados a respeito dos programas e serviços oferecidos pelo órgão.

Elizabeth Venâncio - Jornalista
Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Goiás



Postagens mais visitadas deste blog

#todoscontraPEC241

POESIA: Minha mãe

Avaliação: O acontecimento da Greve Geral