Expandir o insustentável brilho do ser



A lua estava enorme no céu!
Na terra pequenos pedaços de estrelas tentando capturar a alma da lua.
Congela o tempo num chip qualquer

A lua se agigantou!
transmudando-se em novas perspectivas.
Outra lua mais brilhante adentrou o jardim

Se a lua pode ser outra -  pensou a florescer o  jasmim
Se há lua em mim, em pequenos fragmentos...
então, chegará o dia de obnubilar os olhos...
ampliar...
expandir o insustentável brilho do ser.

Postagens mais visitadas deste blog

Paradigma Funcionalista Pragmático - Escola de Chicago

Entrevista com Muniz Sodré no II Seminário Internacional de Pesquisas em Midiatização e Processos Socias