A insustentável perfeição!

Beatriz aos 40 anos diante da pergunta “Gostaria de voltar a ter 20 anos?” Que maravilha ter 20 anos relembrou Beatriz, onde todas as possibilidades estão latentes. O momento exato em que tudo é possível.  Fazer diferente, ser distinto e criticar. No corpo a vitalidade, no coração o desejo e na cabeça nenhuma razão!  “Não! não desejo ter 20 anos, pois gosto dos meus olhos agora, de perceber as coisas sem pressa, de acariciar as plantas, de ter tempo para cada episódio, sem que nada me pareça inútil. Gosto de saborear a vida em pequenos detalhes, de apreciar meu rosto no espelho e não ter vergonha do meu corpo. O tempo aos 20 anos parece infinito, mas aos 40  ele é o logos, a insustentável perfeição.”

Postagens mais visitadas deste blog

#todoscontraPEC241

Avaliação: O acontecimento da Greve Geral