Maria de Jesus inundada de vida.

Brotou Maria, mas não idêntica a tantas.


Era Maria de Jesus inundada de vida.

Recebeu agulha e linha.

Cerziu linho, chitas, gabardines e foi costurando a vida.

Sem nenhum luxo.

Cheia de filhos.

Por vezes sem ter o que comer.

Outras colhendo a ajuda alheia.

Maria cresceu com anseios.

Queria o Mar...

Os rios...

Cidades distantes.

Mas Maria apareceu mulher em um sertão remoto

Pouco soube da leitura e da escrita.

Aos quinze casou-se com um varão, 20 anos mais velho.

Aos dezesseis achou que iria morrer.

Dando à luz ao primeiro, dos oitos filhos que teria.

Teve medo de onça!

Sentiu frio na cama vazia.

Sentiu raiva...

Sentiu tantas coisas calada.

Que se tornou Maria igual a tantas.

Postagens mais visitadas deste blog

#todoscontraPEC241

Avaliação: O acontecimento da Greve Geral