Poema da solidão

O pássaro em que repousam pensamentos delirantes,

de uma menina só e quieta.

Os sentimentos insustentáveis de paixão e loucura.

O pássaro que  não se importa.

Postagens mais visitadas deste blog

Paradigma Funcionalista Pragmático - Escola de Chicago

Emprego e política